Inicio>pt>Notícias>Sabia que 16 de Outubro é o Dia Mundial da Alimentação?

Sabia que 16 de Outubro é o Dia Mundial da Alimentação?

16-10-2020 08:44



 

Sabia que 16 de Outubro é o Dia Mundial da Alimentação?


A 16 de outubro de 1945, no Canadá (Quebec), foi fundada a FAO – Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação, com a missão de aumentar os níveis de nutrição e os padrões de vida, melhorar a produtividade na agricultura e as condições de vida das populações rurais. Desde a sua criação, a FAO tem trabalhado para atenuar a pobreza e a fome, promovendo o desenvolvimento agrícola, uma melhor alimentação e o alcance da segurança alimentar, definida como o acesso permanente de todas as pessoas aos alimentos de que necessitam para uma vida ativa e saudável.

Esta comemoração, que teve início em 1981, é atualmente celebrada em mais de 150 países como uma importante data para consciencializar a opinião pública sobre questões relativas à nutrição e à alimentação.


Desde 1981, o Dia Mundial da Alimentação adotou um tema diferente a cada ano para destacar as áreas necessárias para a ação e fornecer um foco comum. A maioria dos temas gira em torno da agricultura porque apenas os investimentos na agricultura - juntamente com o apoio à educação e à saúde - poderão nos conduzir à erradicação da fome e da malnutrição.


Objetivos do Dia Mundial da Alimentação:


• Alertar para a necessidade da produção alimentar e reforçar a necessidade de parcerias a vários níveis;
• Alertar para a problemática da fome, pobreza e desnutrição no mundo;
• Reforçar a cooperação económica e técnica entre países em desenvolvimento;
• Promover a transferência de tecnologias para os países em desenvolvimento;
• Encorajar a participação da população rural, na tomada de decisões que influenciem as suas condições de vida.

 

Estima-se que o número de habitantes do planeta vai ultrapassar os nove biliões de pessoas em 2050 e que a produção mundial de alimentos vai ter de aumentar em 60% para conseguir dar resposta às necessidades alimentares da população mundial.

Voltar à página de Notícias