Inicio>pt>Notícias>Formação Missão C em Santarém

Formação Missão C em Santarém

23-04-2015 13:04


Nos dias 23, 24 e 25 de Março de 2015 a Equipa do CAFAP ministrou um curso de formação de base para a implementação do programa de intervenção familiar em prevenção “MISSÃO C: As tuas competências, a construção da cidadania, as tuas conquistas!”, em Santarém, por solicitação do Projeto Oficina da Prevenção, financiado pelo SICAD e promovido pela Santa Casa da Misericórdia de Santarém e Associação para o Desenvolvimento Social e Comunitário de Santarém.
A Missão C é um programa de ensaio de competências parentais e familiares dirigido a famílias com jovens com idades compreendidas entre os 13 e 16 anos. Apresenta uma estrutura composta por 20 sessões semanais, das quais fazem parte sessões em contexto de sala para jovens, pais e famílias, e sessões em contexto real, onde os jovens tem a possibilidade de, em locais significativos da comunidade, experimentarem um conjunto de situações e desempenharem papéis que possam sensibilizar e motivar para o exercício da cidadania.
Quanto à avaliação desta formação, numa escala entre Muito fraco e Muito bom, no que respeita os conteúdos da formação, 80% dos formandos atribuiram Muito bom e 20% Bom; quanto aos métodos utilizados, 87% classsificaram com Muito bom e 13% Bom; e em relação ao desempenho dos dinamizadores, a avaliação situou-se entre Muito bom, com 93%, e Bom, com 7%.

As formadoras não poderiam estar mais satisfeitas e congratulam todos os formandos pelo seu interesse e empenho, deixando alguns dos seus testemunhos:

"Esta foi uma formação que furou completamente as expectativas. O programa em si é fantástico e felicito a vossa imaginação/criatividade ao conseguir concretizá-lo num “manual”. Em termos da formação foi bastante interessante a forma como foi progredindo ao longo dos 3 dias: a base, as paredes e as “águas furtadas”!"

"A formação foi enriquecedora, pela experiência e troca de ideias entre profissionais."

"O que me pareceu mais interessante é o facto de trabalhar a inserção social de forma lúdica (o que normalmente não existe no trabalho com as famílias em dificuldade), e também o trazer para este âmbito a questão vocacional, porque põe pais e filhos a pensar nisso juntos e a criar esperança no futuro. A formação foi aquilo que persegue: aprender de forma divertida."

"O envolvimento da comunidade é para mim um ponto muito enriquecedor para que a cidade C represente o nosso dia-a-dia futuro (uma cidade para todos e de todos)."

"Das melhores sessões de formação a que assisti. Um projeto fantástico que deve ser replicado a nível nacional."

Voltar à página de Notícias