Inicio>pt>Notícias>Reforço financeiro para Núcleo de Atendimento a Vitimas de Violência Doméstica

Reforço financeiro para Núcleo de Atendimento a Vitimas de Violência Doméstica

01-08-2012 16:00



O GAF tem apresentado ao Distrito uma resposta para vítimas de violência doméstica através do seu Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica. Desde sempre a equipa procura dar uma resposta eficaz, contudo o financiamento de 12000€/ano de que são dotados os núcleos a nível nacional, não permite cumprir a totalidade dos objectivos. Percebendo esta necessidade, sentida no terreno pela Sra Secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Dra. Teresa Morais, os núcleos de todo o país foram contemplados com um reforço de 25000€ para os anos de 2012 e 2013. Trata-se de uma subvenção excecional e pontual, mas importante para os núcleos desenvolverem o seu trabalho e colmatarem lacunas, quer no apoio multidisciplinar à vítima, quer na implementação de ações de informação/sensibilização a públicos estratégicos.


O GAF esteve ontem, representado pela Dra. Isabel Fernandes, na cerimónia de formalização do reforço financeiro, momento que contou com a presença da Secretária de Estado, Dra Teresa Morais, e com os representantes dos núcleos de todo o país ( ver notícia ).


Os números indicam que o maior nº de denúncias pelo crime de violência doméstica acontecem nas localidades onde existem mais recursos e informação disponível para vítimas. O que não significa que nessas localidades existam mais casos de violência, mas sim que ainda existe muito a fazer nas localidades do interior do país, onde esta realidade ainda está bastante camuflada. Dotar e potenciar equipas de proximidade é uma boa estratégia, até porque o acompanhamento a vítimas necessita muitas vezes de ser de longa duração, quer estejam ainda na relação de violência, ou não.



Consultar a Notícia relacionada na RTP


Edição: Lígia Sousa / Luís Côrte-Real / Samuel Freire
Data da publicação: 31 Jul, 2012, 14:31
Publicação: RTP


Ver o video (clique aqui)

Voltar à página de Notícias