Inicio>pt>Notícias>Viana do Castelo vê projeto reconhecido com distinção – GAF constitui-se como parceiro estruturante.

Viana do Castelo vê projeto reconhecido com distinção – GAF constitui-se como parceiro estruturante.

12-07-2012 17:51



No ano de 2011, a Ordem dos Enfermeiros, enquanto parceira do Fórum Álcool e Saúde, lançou um concurso nacional para destacar trabalhos científicos e projetos de intervenção, cuja excelência determinasse o reconhecimento da qualidade boa prática.

No âmbito deste concurso o CRI - Centro de Respostas Integradas - de Viana do Castelo e o Gabinete Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, submeteram a concurso o Projeto Consumos Controlados – projeto de intervenção em contextos festivos, tendo-lhe sido atribuído o título de BOA PRATICA em matéria de intervenção de prevenção e redução de riscos e minimização de danos associados ao consumo de álcool em contexto recreativo académico.

Desenvolvido desde 2008, este Projeto, tem o seu maior expoente de atividade no período das festas académicas, em particular da Semana Académica, mas também nos Festivais de verão que decorrem no distrito de Viana do Castelo.

Assumindo como principal estratégia de intervenção, a mobilização e formação de pares voluntários (alunos do Politécnico de Viana) que, enquadrados por técnicos do CRI de Viana do Castelo e entidades parceiras locais, constituem agentes proativos na sensibilização, esclarecimento, orientação, encaminhamento e resolução de problemas decorrentes do consumo de substâncias.

O Consumos Controlados emerge fortemente alavancado na mobilização formativa dos pares mediadores, mas também numa efetiva lógica de parceria co-responsabilizada e co-participada.

São parceiros desde o primeiro momento o CRI de Viana do Castelo, Gabinete de Atendimento à Família, a Polícia de Segurança Pública, o Centro de Aconselhamento e Detecção Precoce do VIH/SIDA e a Federação Académica do Instituto Politécnico.

Os anos subsequentes permitiram a integração do ex Governo Civil, da Câmara Municipal de Viana do Castelo, do Gabinete Cidade Saudável, do Centro Social e Cultural de Vila Praia de Âncora, da Comissão da Dissuasão da Toxicodependência e o Gabinete de Estudos para a Educação e Desenvolvimento do IPVC.

A consolidação do Projeto acontece concomitantemente com o aumento do número de pares mediadores formados de ano para ano, sendo que, em 2012, o grupo de pares contabilizou 42 voluntários para um contexto festivo que, se estima que em média tenha 3000 frequentadores noturnos.

Durante quatro anos, a monitorização e avaliação sistemática do Consumos Controlados revela como indicadores de resultado, formação efetiva de 102 pares mediadores, realização de 12086 contactos, participação de 24 técnicos parceiros, realização de 3728 testes de alcoolemia, distribuição de 10587 preservativos e 6122 lubrificantes, 546 intervenções em situação de crise e ativação de apenas 7 meios de socorro.

Validando estes resultados e os decorrentes ganhos em saúde, a comissão avaliadora da ORDEM DOS ENFERMEIROS considerou que o projeto “Insere-se numa preocupação atual de minimização de danos relacionados com o consumo inadequado de álcool durante as festas académicas. A estratégia de intervenção utilizada tem sido proposta por diferentes autores e utilizada em diferentes contextos.”, pelo que “…trata-se de um EXCELENTE PROJETO, muito pertinente, muito criterioso e bem desenvolvido, baseado nos recursos dos parceiros e da comunidade, que se processa em CONTINUIDADE e quase AUTOSUSTENTÁVEL.”.

Segundo Augusto Martins, Diretor do Centro de Respostas Integradas de Viana do Castelo, o projeto será apresentado durante a próxima Conferência do Conselho de Enfermagem da Ordem dos Enfermeiros, em outubro de 2012, numa sessão pública onde, para além da disseminação das boas práticas, se (re)construirão condições para a sua replicação noutras academias do país.

O Festival de verão de Paredes de Coura de 13 a 17 de agosto, será o próximo destino de intervenção desta equipa de trabalho multi-institucional.

Voltar à página de Notícias