Inicio>pt>Notícias>Ação de Sensibilização – Violência Doméstica: Vivências Diversas

Ação de Sensibilização – Violência Doméstica: Vivências Diversas

06-11-2018 12:13



O GAF - Gabinete de Atendimento à Família no âmbito do projeto Doequ@l financiado pelo POISE, Portugal 2020 e União Europeia vai realizar uma ação de sensibilização sobre a violência doméstica entre pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI).
Em Portugal, a produção de conhecimento científico sobre esta temática é muito escassa, contudo, através dos estudos internacionais tem sido possível compreender que a prevalência de violência doméstica nos casais LGBTI é idêntica à dos casais heterossexuais.
Durante muito tempo a violência doméstica em casais homossexuais permaneceu oculta, devido à invisibilidade da própria violência doméstica e homossexualidade.
Sendo inegável que as pessoas vítimas de violência doméstica LGBTI vivenciam outras dificuldades associadas ao preconceito e discriminação que sofrem em diferentes contextos da sua vida, aos parcos recursos comunitários e às especificidades inerentes à violência perpetrada nestes relacionamentos.

Esta ação de sensibilização pretende informar sobre a violência em casais LGBT dotando os participantes de conhecimentos relacionados com a temática e capacitando-os para reconhecer os recursos existentes na comunidade para pessoas LGBTI vítimas de violência.

Destinatários: profissionais e outros/as interessados/as na temática

Objetivos gerais:
1. Adquirir conhecimentos sobre a violência em casais LGBTI – especificidades e desafios;
2. Desconstruir mitos sobre violência doméstica entre pessoas LGBTI;
3. Conhecer os recursos disponíveis na comunidade.

Data de Realização: 5 de Dezembro de 2018 das 14h30 às 17h30
Local:  ESTG/IPVC, Av. do Atlântico - Viana do Castelo

Inscrições:
As inscrições deverão ser realizadas até dia 25 de novembro em www.gaf.pt/inscricoes

Para mais informações contactar:
Email: doequal@gaf.pt
Telefone: 258 829 138

Formadora: Paula Allen – licenciada em Psicologia, coordenadora do Centro Gis – Centro de Respostas às Populações LGBTI e presidente do Conselho Consultivo para as questões LGBT.

Voltar atrás